Mês: maio 2017

“Eis aqui a serva do Senhor”

Comentários: 0

Em toda a história cristã existem vários exemplos de fé e oração a serem seguidos por nós, cristãos e filhos amados do Divino Pai Eterno. Podemos dizer que Maria foi o maior deles, pois ela foi uma mulher de muita fé. Essa é uma das principais características que devemos guardar de Nossa Senhora, que foi uma mulher que viveu toda sua vida incentivada pela sua fé.

Pela fé, Maria se dispôs a servir a Deus. Com seu coração bondoso e humilde, mesmo antes de receber o anúncio de que seria a Mãe de Deus, ela já sabia que era especial, que era filha amada do Pai Eterno e que Ele tinha um plano para a sua vida. E quando esse plano veio, foi muito além de suas expectativas comuns, assim como acontece muitas vezes em nossas vidas.

O que tornou aquela jovem moça de Nazaré grandiosa foi dizer “Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a Tua palavra” (Lc 1,38). A partir daquele momento, em toda a sua vida, ela viveu momentos de tensão, angústias e sofrimentos causados pelo peso da responsabilidade que ela havia assumido ao dar o seu “sim”. Mas, no meio de todos os sofrimentos e angústias que ela viveu, também houve muitas alegrias e a certeza de que o Senhor estava com ela e honraria a sua obediência.

Apesar das dores e tristezas pelas quais Nossa Senhora passou ao ver tudo o que seu Filho Jesus passou, ao se entregar, morrer na Cruz e ser sepultado; ela rezou e confiou nas promessas de Deus. Por isso, seu coração ficou vibrante de alegria, quando soube da notícia da ressurreição de Cristo. E, por toda sua fé e seu exemplo de Mãe e de serva do Senhor, ela viu toda sua vida ser coroada com a dignidade de ser proclamada Rainha dos filhos amados do Divino Pai Eterno.

Em nossa Mãezinha do Céu reside a dor, mas também o júbilo e o louvor, porque ela era uma mulher de esperança e ela nos ensina que nós também, em nossas dores, nunca devemos perder a esperança. Se passamos pelos problemas da vida sem fé no coração, tudo o que nós vivenciamos é vão. Não nos leva a nada. Não nos ensina nada, nem nos faz crescer.

Hoje, podemos contar com a intercessão de Maria para nossas vidas, nossas famílias, nosso trabalho. Ela não é maior que Deus, nem quer ser. O desejo de Maria é apenas que todos nós possamos entender que Jesus deve ser o Senhor de nossas vidas e de nossas histórias. E que, compreendendo essa verdade, possamos nos abrir ao amor Dele e deixar que Ele nos guie pelo caminho que nos leva ao Reino dos Céus.

E é pela força de nossa oração que conseguiremos estar em comunhão com Deus. O poder da nossa oração é o que age em nossa vida. A oração é uma maneira importante de nos ajudar em nossa comunicação com Deus. É o que nos ensina a ouvir o Senhor, a escutar a voz do Divino Pai Eterno que quer se comunicar com cada um de nós. O próprio Jesus orava, falava com o Pai Eterno, tinha uma intimidade muito grande com Deus. “Naqueles dias, Jesus retirou-se a uma montanha para rezar, e passou aí toda a noite orando a Deus” (Lc 6,12).

Assim como falou com Maria e com Seu Filho, o Pai quer falar com você. Ele quer que você o ouça, que abra o seu coração e abra também as possibilidades para que o Seu amor entre na sua vida e transborde dentro de você. O Senhor quer fazer de você uma pessoa diferente deste mundo, diferente das pessoas que não acolhem Sua Palavra e Seus ensinamentos. Diferente daqueles que não oram, que não buscam a Ele com alegria e com o desejo profundo de uma comunhão eterna.

Todos nós, que somos filhos amados do Pai Eterno, somos convidados a realizar boas obras e a estar em comunhão com Deus. E a seguir o exemplo de Nossa Senhora que se fez serva do Senhor, por meio da sua fé e oração. E é por meio da oração que somos capazes de estar em sintonia com Maria, com Jesus e com o próprio Deus. Essa comunhão é o que muda nossa mentalidade, nosso jeito de ser, nossas atitudes, nosso modo de julgar, de entender e nos reportar às pessoas. Comunhão que nos faz reconhecer quem somos realmente e a entender qual é a missão que Deus tem para nós, neste mundo.

Quando observamos a nossa vida, somos capazes de perceber nossa pequenez e nossa miséria humana e a grandeza do amor de Deus que, mesmo em nossas dores, fraquezas e dificuldades, abraça a nossa vida. Confiemos a nossa vida nas mãos do Senhor, por intercessão da Virgem Santíssima e reconheçamos que nada somos sem a presença de Deus em nossas vidas.

 

Pe. Robson de Oliveira

Superior Provincial dos Redentoristas de Goiás

Missas

De segunda a sexta

Missas: 7h e 19h30

Sábado

Missas: 7h, 10h e 17h30

Domingo

Missas: 5h45, 8h, 10h, 15h e 17h30

Rede Vida

Segunda, terça, quinta e sexta: 7h Quarta: 9h

Sábado: 7h e 17h30

Domingo: 17h30

TV Anhanguera

Domingo: 5h30

PUC TV

Sábado e domingo: 17h30

TBC

Domingo: 8h

Rede Pai Eterno

Missas Segunda, quinta e sexta: 7h
Quarta: 9h
Sábado: 7h e 17h30
Domingo: 5h45, 8h e 17h30

Novena dos Filhos do Pai Eterno Todos os dias: 4h, 12h e 22h Novena do Perpétuo Socorro Todos os dias: 2h

Rádio Difusora Goiânia

Missas Domingo: 8h Novena dos Filhos do Pai Eterno Todos os dias: 13h