Vocação à luz da Sagrada Escritura

0

Em agosto, a Igreja dá especial atenção à reflexão sobre a vocação cristã em suas variadas dimensões. De que modo a Bíblia pode iluminar essa reflexão? Apresentamos algumas considerações que podem ajudar a entrar no tema proposto. Antes de tudo, o tema da vocação não é somente recorrente entre nós, mas é indispensável. De tantas perspectivas, certamente já refletimos muito este tema. E sobre a reflexão vocacional, não podemos prescindir do texto fundamental da nossa fé, afinal, entendemos que a Palavra de Deus está na origem da nossa vocação.

A Sagrada Escritura é, por excelência, o livro da vocação. Simultaneamente humana e divina, a Palavra de Deus apresenta um notável caráter apelativo e, por isso mesmo, uma inquestionável força vocacional. De fato, percorrer as páginas da Escritura é viajar por entre numerosos e diversificados relatos de chamados divinos e de respostas humanas. Podemos até afirmar que toda a Palavra de Deus é vocação, dado tratar-se de um chamado explícito ou implícito de Deus ao ser humano, a que este responde de forma positiva ou negativa, com maior ou menor ousadia. Contudo, há páginas em que a temática vocacional se evidencia, nomeadamente aquelas que apelidamos de “textos de vocação” ou “histórias vocacionais”.

O termo “vocação” e, de modo geral, o ato de “chamar” faz referência ao processo que descreve a condição do ser humano, convidado a dialogar com Deus e, em consequência desta relação, a escolher viver segundo um projeto de felicidade e salvação. Deste modo, olhando os personagens e a teologia das narrações bíblicas onde são representados os dinamismos do chamado divino e da resposta humana, a vocação não aparece de modo estático, como se fosse um bem adquirido, mas aparece como um caminho de gradual amadurecimento da descoberta a ser realizada em relação ao projeto de Deus, princípio e fonte de toda vocação.

Nesta perspectiva, a existência humana pode ser entendida como um caminho vocacional, lugar onde se pode experimentar diversos “chamados” que ajudam a acolher, confirmar e verificar a verdade que sinaliza o projeto de um caminho para a vida. Portanto, a vocação se apresenta como supremo apelo à consciência e indiscutível tarefa de toda existência humana que vive na fé a sua história de amor e se abre na esperança ao cumprimento do projeto salvador. Entendendo esta relação como projeto, logo, ela determina o próprio ser da pessoa humana, o seu destino de criatura, colocada diante do Criador.

Pe. João Paulo
Missionário Redentorista
Mestre em Exegese Bíblica

Missas

De segunda a sexta

Missas: 7h e 19h30

Sábado

Missas: 7h, 10h e 17h30

Domingo

Missas: 5h45, 8h, 10h, 12h, 15h e 17h30

Rede Vida

Segunda, terça, quinta e sexta: 7h Quarta: 9h

Sábado: 7h e 17h30

Domingo: 17h30

TV Anhanguera

Domingo: 5h30

PUC TV

Sábado e domingo: 17h30

TBC

Domingo: 8h

Rede Pai Eterno

Missas Segunda, quarta, quinta e sexta: 7h
Sábado: 7h e 17h30
Domingo: 5h45, 8h e 17h30

Novena dos Filhos do Pai Eterno Todos os dias: 4h, 12h e 22h Novena do Perpétuo Socorro Todos os dias: 2h

Rádio Difusora Goiânia

Missas Domingo: 8h Novena dos Filhos do Pai Eterno Todos os dias: 13h