Uma vida convertida à Palavra

0

A Palavra de Deus se revela a nós cristãos, salvando-nos de nós mesmos, convertendo-nos desde dentro, transformando-nos no dia a dia, para que nos humanizemos cada vez mais, perante o pecado que tanto nos desumaniza. Distante da Palavra a vida cristã fica esvaziada de sentido. Fora dela o desespero toma conta do nosso coração. Sem ela ficamos reféns do ódio. Isso quando não nos tornamos aprisionados ao cativeiro da mágoa: moendo e remoendo tantos sentimentos amargos. 1968: Há cinquenta anos, um papa pisava na América pela primeira vez.

De 22 a 25 de agosto de 1968, o Papa Paulo VI visitava a Colômbia. Em Bogotá participou do XXXIX Congresso Eucarístico Internacional e abriu a II Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano (Conferência de Medellín).  As Escrituras Sagradas nos tocam, dizem respeito a nós, têm uma relação profunda para conosco. “A Palavra de Deus é viva, eficaz e mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes; ela penetra até o ponto onde a alma e o espírito se encontram, e até onde as juntas e medulas se tocam; ela sonda os sentimentos e pensamentos mais íntimos. Não existe criatura que possa esconder-se” (Hb 4,12). Dela não podemos abrir mão, muito menos abdicar- nos do compromisso que ela mesma espera de nós. Ou a colocamos em prática ou, do contrário, corremos o risco de depor contra ela diante dos outros.

A Palavra sempre solicitará pelo nosso testemunho fiel. Não só no mês de setembro, mas vida afora, precisamos ficar em contato permanente com a Escritura de Deus. Ela não se encontra impressa apenas no papel. Para além das folhas que se dissolvem com o tempo, a Palavra deve estar fixada em nossos corações. É fundamental que nos convertamos a ela. Isso parece óbvio. Porém, existe o risco de que a queiramos convertê-la a nós, segundo os nossos critérios, inclusive com interpretações pessoais, deturpadas ou literais. Lutemos pela plenitude de vida, sem deixar de mirar na Palavra que nos direciona pelos difíceis caminhos da vida. Ela nos concede o norte que aponta para Deus.

Pe. Robson de Oliveira

Superior Provincial dos Redentoristas de Goiás

Missas

De segunda a sexta

Missas: 7h e 19h30

Sábado

Missas: 7h, 10h e 17h30

Domingo

Missas: 5h45, 8h, 10h, 12h, 15h e 17h30

Rede Vida

Segunda, terça, quinta e sexta: 7h Quarta: 9h

Sábado: 7h e 17h30

Domingo: 17h30

TV Anhanguera

Domingo: 5h30

PUC TV

Sábado e domingo: 17h30

TBC

Domingo: 8h

Rede Pai Eterno

Missas Segunda, quarta, quinta e sexta: 7h
Sábado: 7h e 17h30
Domingo: 5h45, 8h e 17h30

Novena dos Filhos do Pai Eterno Todos os dias: 4h, 12h e 22h Novena do Perpétuo Socorro Todos os dias: 2h

Rádio Difusora Goiânia

Missas Domingo: 8h Novena dos Filhos do Pai Eterno Todos os dias: 13h